sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Música...


Ontem fui comprar um cd numa Multisom de Alvorada-RS. E a filial fica no mesmo prédio da advocacia onde trabalho desde o ano passado. Se eu tivesse mais grana, levaria mais de um. A tal indecisão batia toda vez, dias, meses antes. Principalmente, na mesa do selo 5 com cds por R$14,00.
Decidi ficar com um exemplar (o da capa, mostrado acima) de uma de minhas bandas favoritas: A-HA, da Noruega pro mundo desde 1984. Eu tinha um cd pirata de um importado. Descascou, de tão vagabundo, fora as últimas faixas que tinham chiado.
Quer um exemplo de clipe legal? Acesse o de Take On Me (fotos acima), que mistura cenas reais e animação rotoscópica, ou seja, desenho animado sobre filmagem.
http://www.youtube.com/watch?v=8HE9OQ4FnkQ
O A-Ha pretende encerrar sua carreira este ano e anunciaram uma turnê de despedida.
Pretendo fazer uma ilustração deles. Duvida?

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Vida Real

Ontem foi um dia nublado. Da janela do escritório onde trabalho, vi uma cena que muitos acham raro. Da mesma forma que não se vê, muito, crianças jogando bulita (o mesmo que bola de gude), em tempos de internet e lan houses.
Duas crianças empinaram pandorgas (pipas, como quiser) na praça central de Alvorada. Não pude vê-las, por causa do posto de saúde bloqueando uma visão do solo, como no "rabisco" acima.
Mudando de assunto, neste verão não fui a praia pra banhar, salgar e bronzear minha carcaça branquela.
Encerro esta conversa com estas fotos tiradas quando fui a Quintão-RS, no início de 2007.

Maravilha de sol, né?

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

O Cavaleiro das Trevas "de Verdade"

Pra mostrar que não sofro de ressaca carnavalesca, um assunto me veio na cabeça pra jogar conversa fora aqui. Poderia escrever sobre isto no meu zine que inspirou este blog, mas...

Não vou falar do filme de Christopher Nolan (Batman Begins, Amnésia).
Pense numa comemoração tardia de 70 anos da criação de Bob Kane e Bill Finger. Claro que se trata do Batman!
Também não vou falar de sua trajetória, até sua "morte" na CRISE FINAL.
Batman- O Cavaleiro das Trevas (Batman- The Dark Knight Returns) é uma série em 4 partes escrita e desenhada por Frank Miller (muito antes de sua carreira intrusa de diretor e produtor), que a Editora Abril publicou em nossas terras umas 4 vezes. Tenho e li a versão 2002, compilando tudo em 2 edições.
Depois, a Panini Comics relançou uma edição "definitiva" com muitos extras e colada com o "trash metal do morcegóide aloprado" (pelo pouco que li e muitos concordam...) chamado O Cavaleiro das Trevas 2.
A trama mostra Bruce Wayne com mais de cinquenta anos, já desistido da vida noturna de vigilante mascarado há 10 anos, num futuro próximo.
Sua consciência o faz voltar às ruas. Os noticiários mostram entrevistas e programas p´ro e contra seu retorno.
Surge até uma guria fã dele, chamada Carrie Kelley, decidida a ajudá-lo como "a" Robin. Há também um Alfred velhão de bengala.
Muitas revistas informativas comentaram sobre a história e seu impacto nas mídias.
Portanto, vou contar o final dela. Brincadeira... Digo que é uma hq muito tri. Procurem nas bancas e sebos pra conferir.
Na boa, vou contar minhas impressões e detalhes que talvez nunca foram ou não vi serem abordados. Lá vai...
O carro de corrida que Bruce pilota no início, mal aparece. Será que Miller não gostava de desenhar veículos?
O doutor Bartholomew Wolper parece o comediante Richard Pryor (Superman III, Cegos, Surdos e Loucos) branco e com bigode de Hitler.
Dos inimigos do Batman no Asilo Arkhan, só ficou o Coringa. Isso porque o Duas Caras fez operação plástica e saiu de lá.
Quando o Bat-Sinal é reativado, Carrie fica surpreendida quando vê sua luz da janela de casa.
O engraçado é que ela chama Batman de chefe e ele age como seu patrão. Certos coadjuvantes não aparecem, mesmo falando. Exemplos?
O policial Merkel só se mostra como uma sombra perto de outros. Os pais de Carrie não se mostram. A esposa do comissário Gordon também pouco aparece.
Por falar na Robin, a sequência mostrando a mão de Bruce sobre o ombro dela, seguida do abraço dela, é um momento lindo (sem frescura!).
Acho que é só. Quanto ao tão discutido duelo entre Batman e Superman, algum fã do citado órfão kryptoniano não deve ter gostado de vê-lo tomando socos de um idoso trajando uma armadura e auxiliado por outro velho que disparou uma flecha de Kryptonita. Dentre os tais fãs, menciono o pintor Alex Ross (Terra X, O Reino do Amanhã, LJA- Origens Secretas).
Sei lá. Admiro os trabalhos espantosos de Ross. Só fiz este último comentário por saber que o cara disse ter seu bom caráter inspirado pelo Super.
Eu prefiro o Batman, mesmo que muitos o achem um riquinho bundão.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Outra "Velha" Retratação


Enquanto não mostro artes recentes, posto uma retratação do músico David "Honeyboy" Edwards que já apareceu nos n°s 3 e 4 do fanzine Blueseria (editado por Denilson Reis, Alvorada-RS).

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Guerreiro Gaúcho Futurista

Peryc- O Mercenário, foi criado pelo meu amigo Denilson Reis (alvoradense, que nem eu) e apareceu pela 1° vez em outubro de 2007, no fanzine Tchê 35 (do próprio Denilson).

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Anúncio e Comemoração Tardia

Aproveitando que sábado passado foi o dia do Quadrinho Nacional, faço a divulgação da hq ZOO,do desenhista e roteirista (de Brasília-DF) Nestablo Ramos, de quem já recebi um cartão virtual de Natal no ano retrasado.
Pra saber onde e como ter um exemplar, acesse: projetozoo.blogspot.com e veja os outros blogs do autor.